Flirck
 
nov
11
2011

Alianças: Símbolo da união perfeita

Casamento é quase o sinônimo de aliança. O desejo de compartilhar a vida em todos os seus momentos sem se importar se são alegres ou tristes, difíceis ou cheios de conquistas é a premissa da união, que só poderia ser simbolizada através de uma jóia tão importante quanto o anel de casamento que, com seu formato circular, encaixado perfeitamente ao dedo anelar, se torna um caminho sem fim que se repete eternamente, passando pelo mesmo lugar e dando voltas em si mesmo.

Mesmo que antiga, a tradição das alianças é um dos pontos altos de uma cerimônia de casamento. Das mais clássicas ás mais modernas, elas devem ser escolhidas a dedo pelo casal já que eles irão carregá-las por um longo tempo.

A escolha deste item é, sem dúvidas, muito delicada. É preciso considerar o gosto do noivo e da noiva, unindo as preferências de cada um da melhor forma possível.

 

Do noivado ao casamento

Há quem não queira mais passar pela etapa do noivado antes do casamento. Mas, convenhamos que um pedido de casamento acompanhado de um lindo anel, é irresistível para qualquer mulher. Para os casais mais românticos que gostam dessa idéia, existem duas opções de alianças.

Uma delas é o anel ou meia aliança de brilhante ou diamante para a noiva. Esta opção é ideal para aqueles que desejam surpreender a pessoa amada.

Neste caso, é necessário comprar outro par de alianças, gravado com nome do casal e data, para que troquem durante a cerimônia de casamento. Após a troca, a noiva pode usar o anel de noivado junto da aliança.

Outra alternativa é escolher o par de alianças oficial, já para o momento do noivado. Primeiramente, os anéis só terão gravados os nomes dos noivos, que vão usá-los na mão direita. Quando faltarem apenas alguns dias para o casamento, o noivo deve levar as duas alianças para serem polidas e gravadas com a data da união. Assim, no momento de trocá-las definitivamente, elas estarão brilhando como novas.

Tendências: O que usar?

No momento da escolha das alianças os noivos podem ficar em dúvida entre os estilos que vão encontrar. Existem as clássicas, as modernas e as básicas.

Existem ainda as que misturam o ouro branco, ouro amarelo e ouro rosa.

A tendencia do mercado de alianças, atualmente, é fugir dos modelos muito básicos. O novo conceito é fazer das alianças um retrato do casal, ou seja, transparecer a personalidade de ambos através dos delicados detalhes que elas podem trazer.

O diferencial de uma aliança pode ser um cravejado de brilhantes, um formato quadrado nas laterais, ou ainda a mistura de tonalidades do ouro, que continua sendo o material obrigatório para a ocasião.

Apesar de ser mais usada por alguns e preferencias de outros, essas tendências não devem se tornar regras, e sim dicas para ajudar o casal a encontrar a aliança ideal.

É importante que os noivos decidam sozinhos o que querem comprar. Esta é uma escolha unica e pessoal. Portanto, é imprescindível que os dois se concentrem em suas vontades e gostos e que deixem o momento tão romantico envolver os dois.

 

Curiosidade

As alianças surgiram no século XV. Eram usadas na mão esquerda porque acreditava-se que no dedo anelas esquerdo existia uma veia com destino direto ao coração e isto representava d, então, que este círculo de união estava diretamente ligado ao coração do casal.

Gostou ? Compartilhe:
nov
11
2011

Presentes: Estrutura para a vida a dois

O início da vida a dois é marcado por muitas despesas e organização da nova casa dos noivos. É aí que entram os presentes, que ajudam bastante o casal no seu dia-a-dia

 

A final, fazer ou não fazer uma lista de presentes? Essa dúvida, geralmente, paira na cabeça dos noivos diante das diferentes opiniões que surgem entre os familiares e pessoas próximas envolvidas nas organizações do casamento. Há quem considere a lista deselegante, outros julgam essenciais, principalmente porque os casais precisam de uma ajuda para o inicio da vida a dois. Se esta dúvida aparecer realmente, é um momento para que os noivos conversem a respeito para ponderar os prós e os contras. Mas uma coisa é certa: o bom senso na escolha dos itens da lista, com diferentes valores de produtos, é o mais optado pelos casais.

Primeiramente, ao fazer a lista de presentes, deve-se levar em conta se os noivos já vivem há algum tempo juntos. Neste caso, é muito provável que a casa já possua eletrodomésticos, utensílios, moveis e um enxoval básico para o uso do dia-a-dia. Por esse motivo, os noivos não precisam necessariamente de uma lista de presentes para equipar a casa. Os convidados que desejarem presentear os recém-casados, como forma de parabenizá-los pela união, vão fazer isso independente de haver a lista ou não.

Já os casais que ainda não possuem estes apetrechos, podem, sim, sugerir itens aos seus convidados através da lista de presentes. É importante organizá-la com produtos essenciais, práticos e de boa qualidade. Mas, como apresentar a lista de presentes aos convidados? Existem muitas opiniões em relação a isso e cabe aos noivos decidir como agir nesta hora. O fato de estar convidando uma pessoa deve ser comemoração que deve ser vivenciada com as pessoas que são especiais na vida do noivo e da noiva.

Portanto, se os noivos optarem por preparar uma lista de presentes, o ideal é que não enviem aquele cartãozinho anexado ao convite. O que pode ser feito é fornecer a lista para uma ou mais lojas. Quando os convidados questionarem, o casal pode dizer que a lista existe para aqueles que quiserem segui-la, e então passar o endereço e nome das lojas que vocês sugeriram.

Gostou ? Compartilhe:
nov
11
2011

Bebidas: Um brinde aos noivos

As bebidas da festa não podem ser tratadas como um mero detalhe. Parte importante do sucesso vai depender da quantidade e da quantidade dos drinks servidos.

 

Local escolhido, banda contratada e Buffet fechado, chegou a hora de decidir sobre um detalhe quase fundamental para o sucesso de sua festa de casamento: as bebidas. Sim, mesmo que você não seja muito fã de drinks e não acredite que eles sejam algo de tamanha importância neste dia, seus convidados certamente se atentarão a isso.

A primeira regra para acertar na escolha deste item tão peculiar é pensar no tipo de festa que está preparando. Formal, descontraída, de dia, de noite, longa, com muitas pessoas, enfim, inúmeros detalhes que vão fazer a diferença. O ideal é contar com opções para todos os gostos e que, claro, combinem com o ambiente e com o cardápio.

Algumas bebidas são clássicas e indicadas como: whisky, espumante, champanhe, vinho branco, vinho tinto, refrigerantes, água e coquetéis. Aliás, este ultimo tem sido bem explorado nas festas de casamento modernas, em que a criatividade é usada com a contratação de estilosos bartenders, que – muitas vezes com performaces -  preparam deliciosas bebidas, dando charme ainda maior à festa.

A escolha dos vinhos adequados fará com que o sabor do prato escolhido seja realçado. Para não errar, lembre-se: vinhos tintos (fortes) combinam com carnes vermelhas; e brancos, mais doces, se dão bem com peixes e crustáceos. Vinhos frisante, branco e suave acompanham muito bem os salgadinhos e bolo de casamento. Você poderá optar por champanhe francês, vinho frisante suave italiano ou prosecco, que são refinados e darão o glamour necessário ao evento.

Para acompanhar a carne branca, um vinho branco mais seco é uma boa pedida, que também faz combinações ideais com a maioria das massas. Se gostar de vinho do porto, ele poderá ser servido no final da refeição, como digestivo.

Na dose certa

Para se calcular a quantidade ideal de bebidas para a festa é preciso ter em mente aspectos como estação do ano, perfil dos convidados, variedade e tipo de festa. No verão, naturalmente, são consumidas maiores quantidades de água, refrigerante e cerveja. No interno, os vinhos são o alvo.

Homens normalmente bebem mais, o que também deve ser cogitado. Se houver apenas cerveja a quantidade deve ser bem maior. Além disso, é fundamental saber qual o tipo da festa. Se houver uma banda animada ou DJ, em que o som dure até tarde e os convidados estão entusiasmados, bebe-se muito mais do que num coquetel tranqüilo.

Dicas

Se estão à procura de originalidade e elegância para o casamento, optar  por  oferecer um ou dois tipos de coquetéis antes da recepção é indicado. Podem optar por um clássico coquetel de champanhe ou por algo um pouco mais moderno e arrojado. Para acompanhar é bom ter sempre água à disposição Um coquetel que combine com as cores do casamento também pode ser uma dica de sucesso.


Sugestão

BELLINI (suco de pêssego, champanhe/espumante)

 COSMOPOLITAN (vocka, cointreau, suco de limão, suco de cranberry, 1 cereja)

 MARGARITA (tequila, triple sec (Cointreau ou Grand Marnier), suco de limão e sal)

 PINA COLADA (rum, creme de coce, chantilly, suco de abacaxy)

 MOJITO (rum, limão, açúcar, água com gás, hortelã)

 SEX ON THE BEATH (vodka, licor de pêssego, suco de laranja, xarope de groselha, gelo)

Gostou ? Compartilhe:
nov
11
2011

Preparação: Caminhos Cruzados

O curso ou encontro de noivos oferecido pelas igrejas católicas busca orientar o casal sobre a importância de saber partilhar as conquistas e os desafios

 

Casar é coisa séria e exige além do amor, também maturidade, delicadeza, paciência, responsabilidade, companheirismo e até mesmo uma boa dose de bom humor. Afinal de contas, os convívios sadios é a chave do sucesso para qualquer relacionamento. Com este objetivo e o de reiterar os preceitos da religião, as igrejas católicas exigem que os casais freqüentem uma turma do curso de noivos antes da realização do casamento. O curso – ou encontro, como também é chamado – tem valor universal e pode ser feito em qualquer paróquia ou igreja, e não somente naquela escolhida para sediar a cerimônia. O detalhe importante é que o curso tem validade de seis meses. Se os papeis forem tramitados na igreja depois desse prazo, o casal terá que fazer o curso novamente.

Em linhas gerais, receber o certificado desse estudo significa um momento de partilha entre o casal, de fazer uma analogia dos caminhos que os levaram até o instante mágico do altar. O padre conversa diretamente com os pretendentes, discute questões básicas do casamento e orienta sobre a necessidade de doação de um para o outro. A duração do encontro varia de acordo com a igreja e, geralmente, é de um ou dois dias, realizados sempre aos finais de semana. Como os casais que participam desse encontro quase sempre vivem o mesmo momento, não é raro surgirem amizades e troca de experiências interessantes. Enquanto fotógrafos, convites, bem-casados e uma infinidade de detalhes são alvo de preocupações dos noivos, o encontro pode ser uma oportunidade proveitosa de parar de pensar no turbilhão de pendências e refletir sobre o real significado da união.

Gostou ? Compartilhe:
nov
11
2011

Viagem: A tão sonhada lua-de-mel

Chegou a hora de relaxar e aproveitar a viagem que foi escolhida para ficar para sempre entre as boas lembranças

 

Pode até parecer repetitivo, mas quando se trata da lua-de-mel tanto a noiva quanto o noivo precisam dar palpites em relação ao roteiro. Afinal de contas, se a noiva gosta de praia e os noivos do campo, certamente eles precisarão chegar a um meio termo para que a viagem seja realmente perfeita e recheada de boas recordações. Uma vez partilhado o destino, é recomendável fazer a reserva da viagem com cerca de seis meses da data do casamento. Assim, há tempo suficiente para ambos se programarem, principalmente para os roteiros internacionais.

Atualmente, os cruzeiros também são bastante procurados e cada vez mais a temporada marítima brasileira se estende. Desta maneira, noivos que casarão entre os meses de outubro e abril poderão desfrutar bons momentosa bordo de um navio. Não se esqueça que a lua-de-mel a bordo não é muito aconselhável para pessoas que enjoam por qualquer motivo. Existem casais que nunca haviam feito cruzeiro que tiveram períodos no navio um tanto desagradáveis. Hoje em dia, muitas agencias de turismo trabalham com o sistema de costa para quem quer fazer a lua-de-mel em um cruzeiro, numa pousada, na praia ou num hotel fazenda de primeira qualidade. Os convidados poderão presentear os noivos pagando uma parte da viagem. Os noivos, geralmente, adoram ser presenteados assim.

Gostou ? Compartilhe:
nov
11
2011

Alimentação: Na medida certa

Envolvidas com a ansiedade do momento, as noivas tendem a desenvolver uma relação de amor e ódio com a comida. Afinal, como driblar o problema?

 

Uma das principais preocupações das noivas é conseguir manter o peso ou perder alguns quilinhos até a chegada do grande dia. Mulheres chegam a fazer sacrifícios, que incluem dietas sem fundamento, para ficarem lindas e esbeltas no vestido de noiva. Por outro lado, como o clima do casamento é envolvido por grande expectativa e ansiedade, comer pode trazer uma sensação de alivio e prazer. O problema é, depois, conviver com a culpa. E para as que querem engordar, exagero também faz mal. De qualquer forma, alimentação não deve ser mais um problema a rondar a mente da noiva. Equilíbrio é a palavra de ordem!

Não é raro encontrar noivas que ficam o dia todo do casamento ou até semanas anteriores á data sem se alimentar de maneira correta, comendo demais ou de menos, esquecendo-se completamente que os extremos são muito perigosos. A solução, embora não seja fácil, é seguir uma dieta balanceada que inclui alimentos saudáveis essenciais nessa fase, como, frutas, cereais, legumes e verduras. Importante saber que esses alimentos fornecem nutrientes importantes para amenizar os efeitos do estresse e ainda ajudam a controlar o peso. Ou seja, comer direito pode fazer a noiva ficar calma e tranquila. Depois, entrar no vestido será apenas uma consequencia.

No dia “D”

O casamento é unico, especial e concentra uma forte carga de sentimentos que o difere de todos os outros momentos na vida da noiva. A ansiedade toma conta, mas é preciso ficar atenta, mas é preciso ficar atenta, pois associada á má alimentação ela pode resultar em mal-estar durante a cerimonia. No dia do casamento, a noiva precisa focar somente nela e relaxar.

O mais adequado é comer em pouca quantidade, varias vezes ao dia. Saborear uma fruta pelo menos uma hora antes da cerimonia ajuda a manter regularizada a taxa de açúcar no organimo, o que evita tonturas no altar. Começar o dia com um delicioso café da manhã, rico em vitaminas e complementado com refeições leves também tratará bem-estar e disposição para a noiva enfrentar o dia mais feliz de sua vida. As dicas valem para os noivos também, claro!

Cardápio para o dia da noiva

A pedido da revista Festas e Noivas, a nutricionista Claudia Novais preparou um cardápio especial para auxiliar as noivas. É um cardápio leve e prático, mas que garante energia para esse dia tão especial.

8H00 – Café da Manhã

- 1 fruta.

- 1 xícara de café ou chá.

- 1 fatia de pão integral com queijo fresco (2 fatias finas).

O ideal é não ficar mais de 4 horas em jejum.

10H30 – Lanche da Manhã

- 1 barra de cereal e água de coco.

13H30 – Almoço Leve

- Salada de folhas e legumes (¹/2 prato)

- 1 filé de carne branca.

- 3 colheres de sopa de arroz

ou

- Sanduíche: pão integral com queijo magro, peru e salada.

- 1 copo de suco de fruta.

17H00 – Lanche da Tarde

 - 1 garaffinha de água de coco e mix de castanhas (¹/2 xícara de chá).

Gostou ? Compartilhe:
nov
11
2011

“Sob um outro Olhar”

Participei nos dias 14 e 15 de junho desde ano de um Workshop de Casamento dos fotógrafos Guilherme Riguetti e Ricardo Cintra. O Workshop foi o dia inteirinho. Guilherme Riguetti, Ricardo Cintra, Mauriane Riguetti (esposa do Gui), Laís (esposa do Ricardo), eu e mais os outros fotógrafos que participaram do workshop fomos para Itapira – SP para fotografar duas modelos vestidas de noiva!!! Foi um Sucesso, as fotos ficaram lindas…

Aprendi várias dicas que eles passaram pra gente! Eles são pessoas muito simpáticas e são Profissionais Espetaculares, Maravilhosos! Adorei conhecer a esposa do Guilherme Riguetti, a Mauriane, uma mulher abençoada por Deus, super acolhedora, um Amor de pessoa!

Gostou ? Compartilhe:
nov
10
2011

Bruna

 

 

Gostou ? Compartilhe:
nov
10
2011

Lais

Gostou ? Compartilhe:
nov
10
2011

Leticia

Gostou ? Compartilhe:
Páginas:«12